• Tudo Sobre Pós-graduação

Como se preparar para ser aprovado num concurso público

A primeira coisa que você precisa ter em mente é que se preparar e ser aprovado num concurso público não é fácil, exige foco, persistência, determinação e disciplina, tudo isso canalizado através de muito estudo. O que acarretará em renúncias, noites mal dormidas, inseguranças, dúvidas, ansiedades e angústias. Pense somente no dia em que você for nomeado, tudo terá valido a pena.


Na internet existem muitas informações sobre concursos públicos, porém essas informações estão espalhadas e desorganizadas, o que confunde em vez de explicar, assim, tentamos reunir em um só post a maior quantidade possível de informações sobre concursos públicos.


🎯 O QUE É CONCURSO PÚBLICO?

Concurso público é um processo seletivo que tem por objetivo avaliar candidatos concorrentes a um cargo efetivo de algum órgão da esfera governamental. No caso brasileiro o Estado é dividido em três níveis de governo: federal, estadual e municipal, sendo que cada um tem suas regras administrativas e diferentes níveis de autonomia.


Geralmente os concursos são exigidos para avaliar a competência dos candidatos relativos ao cargo pelo qual estão concorrendo. Estima-se que o Brasil tenha algo em torno de 12 milhões de servidores públicos. Estes estão divididos nos mais diversos cargos com diferentes níveis de salários e escolaridade.


🎯 POR QUE FAZER UM CONCURSO PÚBLICO?

Concurso público é uma ótima opção para driblar o desemprego, além disso os concursos tornaram-se populares devido à grande estabilidade de carreira e, em alguns casos, aos altos salários, muitas vezes sem exigência de experiência de trabalho. Com o advento da Internet, os concursos passaram a ser ainda mais concorridos, devido à maior divulgação.


🎯 QUAL CONCURSO PÚBLICO ESCOLHER?

Essa é uma pergunta difícil e importante de se responder, pois são muitas as variáveis para serem analisadas antes de se começar a estudar.


Em qual esfera você gostaria de atuar: municipal, estadual ou federal? Está disposto a mudar de cidade ou estado? Qual área mais te agrada: científica, educacional, policial, bancária, administrativa, fiscal? Não atire para todos os lados e não foque apenas na remuneração, analise tudo minunciosamente. Procure pessoas, sites, blogs e vídeos que falem sobre a área que você está pensando em escolher.


Eis um clichê, é preciso escolher um concurso que se adéque ao seu perfil e no qual você possa realizar um trabalho que realmente o faça feliz. Nada pior que uma vida frustrada, cheio de lamentações, por conta de uma escolha equivocada.


Considere a possibilidade prestar um concurso mais fácil inicialmente e, depois, mesmo trabalhando, continuar a preparação para uma vaga mais concorrida e de melhor remuneração.


🎯 QUAIS OS REQUISITOS BÁSICOS PARA SER APROVADO NUM CONCURSO PÚBLICOS?

A aprovação está condicionada ao atendimento de alguns requisitos, estes podem sofrer algumas alterações em função do cargo escolhido, mas no geral são estes:


a) Ser brasileiro nato ou naturalizado ou, ainda, no caso de estrangeiro estar com situação regular no país, por intermédio de visto permanente que o habilite, inclusive, a trabalhar no território nacional;

b) Ter idade mínima de 18 (dezoito) anos;

c) Possuir habilitação exigida para a área que concorrerá;

d) Estar em gozo dos direitos políticos;

e) Estar quite com as obrigações militares e eleitorais;

f) Possuir aptidão física e mental para o exercício das funções do cargo;

g) Não acumular cargos, empregos ou funções públicas, exceto aqueles permitidos;


Muitos concursos exigem exames pré-admissionais de caráter eliminatório, ou seja, o candidato deve apresentar os exames clínicos e laboratoriais solicitados. Caso o candidato seja considerado INAPTO para as atividades relacionadas ao cargo, por ocasião dos exames médicos pré-admissionais, este não poderá ser admitido.


🎯 O QUE CAI EM CONCURSO PÚBLICO?

O que cai, o grau de exigência e a profundidade das questões dependem do cargo escolhido, portanto, não tem como bater o martelo sobre o que você deve estudar ou negligenciar em um processo seletivo. Dito isso, é preciso enfatizar que é extrema importância que você leia e releia o edital. Muitos concurseiros iniciantes não dão atenção suficiente ao edital do concurso, isso é um erro grave.


O edital merece toda a atenção, porque ele traz a banca organizadora do certame, datas, requisitos para a candidatura, detalhes sobre o conteúdo da prova, referencial bibliográfico, número de questões, peso de cada disciplina, quantidade de candidatos que serão habilitados para as fases seguintes, número de aprovados, entre outras informações preciosas que podem ser o diferencial entre o sucesso, ou o insucesso, dos candidatos.


O objetivo é reunir o maior número possível de informações para o próximo passo que é a sua preparação para o exame.


🎯 ESTUDE OS EXAMES ANTERIORES

Estudar as provas anteriores é bastante importante, principalmente se forem da mesma banca. Cada banca costuma ter o seu estilo próprio e geralmente seguem um padrão em todos os concursos. Assim, você conseguirá ter uma ideia do seu nível para aquele tipo de prova, permitindo, então, direcionar os seus estudos.


🎯 DEFINA UMA ESTRATÉGIA DE ESTUDOS

Após conhecer o edital, a banca e o grau de exigência para o cargo escolhido, é hora de definir sua rotina até o dia da prova. Quantas horas semanais serão necessárias para a preparação? Quais são os melhores livros de cada disciplina? Estudar sozinho ou fazer um curso preparatório?


Para chegar a essas respostas, o candidato pode conversar com outros estudantes e professores, além de consultar fóruns e ferramentas especializadas na internet. Muitos candidatos têm ótimos resultados estudando sozinhos, mas também é possível fazer aulas com professores especializados em concursos. Se sua a opção for a segunda, impõe-se outra escolha: fazer um curso pela internet ou numa escola física?


🎯 QUAL O MELHOR MOMENTO PARA COMEÇAR OS SEUS ESTUDOS?

Você deve começar agora, não espere o edital! Parece contraditório com o que foi dito acima mas não é. O edital será o seu guia para o concurso, é dele que você saberá as especificidades, mas, se você já tem em mente qual o cargo pretende, com certeza já terá uma ideia geral do que será cobrado, então, comece a estudar o quanto antes.


Por exemplo, se a sua ideia é ser Auditor Fiscal da Receita Federal, você pode estudar Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Tributário, entre outras matérias, pois é certeza que estarão presentes no edital. O que acontece é que para alguns cargos os editais costumam exigir conteúdos programáticos extensos e se você deixar para estudar apenas após a publicação do edital aumentam bastante as chances de insucesso.


🎯 FAÇA UM ROTEIRO DE ESTUDOS

Não importa quanto tempo falta para o concurso, faça um roteiro de estudos. Anote todo o seu cronograma de uma forma que possa estar constantemente sob consulta, avaliação e passando por melhorias, isso vai te ajudar a organizar o seu tempo. O ideal é ter um planejamento que esteja de acordo com a sua rotina e, ao mesmo tempo, permita estudar para concurso da maneira mais completa possível.


🎯 PREPARE PEQUENAS METAS DIÁRIAS

É importante ter metas, e melhor ainda se elas forem diárias. Ao final de cada dia de estudo, você deve ter atingido um objetivo, seja ele estudar determinado tema ou resolver um número preestabelecido de questões. Assim, é possível ter uma clara evolução de todo o processo.


🎯 MÉTODO 4:2:1

O método 4:2:1, que obviamente não é uma regra, apenas uma sugestão, pode ser utilizado para melhorar a sua organização. A ideia é estudar 4 dias, fazer revisão por 2 dias e descansar 1 dia.


Imagine que você tenha 8 matérias para serem estudadas e disponha de 6 horas diárias. Você pode separá-las em 2 conjuntos de 4 matérias. Vamos chamar de conjunto A e conjunto B.


Na segunda e na quarta você estuda as disciplinas do conjunto A. Como são 4 matérias e 6 horas disponíveis, você pode dedicar 1 hora e meia para cada uma delas. Nessa 1 hora e meia intercale leitura com exercícios.


Na terça e na quinta faça o mesmo esquema com as matérias do conjunto B. Na sexta faça uma revisão do que foi estudado do conjunto A e no sábado a revisão é do conjunto B. No domingo você descansa.


Utilizando um método como esse você terá: organização, disciplina, metas, e o mais importante, estará trabalhando várias matérias ao mesmo tempo, o que vai elevar a qualidade da sua preparação.


🎯 TENHA UM LOCAL DE ESTUDOS

O mais indicado é que você tenha um local apropriado para os seus estudos. Ele deve ser calmo, silencioso e muito privativo, já que você precisa de concentração e foco. Também é necessário garantir que ele seja bem iluminado e confortável, permitindo que você fique bastante tempo sem cansar os olhos ou sobrecarregar o corpo.


🎯 5 DICAS PARA MELHORAR A CONCENTRAÇÃO

Na velocidade do mundo atual manter-se concentrado é um desafio. A todo momento surge um novo item capaz de desviar sua atenção, eliminando sua concentração e consequentemente influenciando sua produtividade. Distrações causam um enorme prejuízo de tempo e energia. A cada interrupção, demoramos para voltar à nossa tarefa original.


Não existe uma solução mágica para manter o foco, no entanto, é possível precaver das distrações com algumas ações práticas.


✔️ Faça intervalos em sua jornada de trabalho

O cérebro humano consegue se fixar num único objeto durante 50 ou 60 minutos. Depois desse período, a atenção inevitavelmente se esvai. A dica é trabalhar ininterruptamente durante esse bloco temporal, e então fazer um intervalo de cinco a 10 minutos para checar mensagens do celular, acessar redes sociais ou levantar para tomar um café. Após esse breve período de relaxamento, você estará pronto para outra sessão de trabalho.


✔️ Mantenha-se bem alimentado durante todo o dia

Trabalhar em jejum não é uma boa ideia para quem busca concentração. Isso porque o sistema atencional requer uma grande quantidade de energia. Durante a jornada de trabalho, é aconselhável ter sempre algo no estômago: tanto para que haja força suficiente no organismo para manter o foco, quanto para que o cérebro não se distraia com a fome.


✔️ Ouça música (que você já conheça)

Fones de ouvido podem ser um recurso excelente para manter o foco. Além de reduzir o ruído ambiente, ouvir música pode trazer bem-estar. Uma sugestão é montar playlists com duração de 50 a 60 minutos, já que esse é o tempo máximo em que conseguimos prestar atenção ininterrupta. Quando a música acabar, você já saberá que é hora de fazer a pausa.


✔️ Elimine a bagunça

Mesas de trabalho caóticas são “horríveis para o cérebro”. Isso porque o sistema nervoso tende a se espelhar no ambiente externo. Se não há lógica do lado de fora, fica difícil se organizar internamente. Se o seu objetivo é terminar uma tarefa, é melhor manter a sua escrivaninha limpa e organizada.


✔️ Mantenha uma postura confortável

A falta de cuidado com a ergonomia também pode gerar distrações. A sua postura de trabalho deve ser correta e confortável, para que o seu cérebro não se concentre mais no cansaço do corpo do que no trabalho.


Se você chegou até aqui já deve ter percebido que uma preparação antecipada e qualificada é fundamental, pessoas que são aprovadas com pouco tempo de estudo são exceções. Então, mãos na massa!