top of page
pea - banner - site -2.png
  • Foto do escritorTudo Sobre Pós-graduação

O que é mentoria acadêmica?

Mentoria acadêmica é um programa de aconselhamento e orientação cujo propósito é o desenvolvimento pessoal, técnico e científico do mentorado. Todo o processo é acompanhado por um mentor, pessoa mais experiente, capaz de auxiliar o mentorado no planejamento, execução e avaliação de suas ações.


Segundo o Oxford Dictionary mentoria é a prática de ajudar e aconselhar uma pessoa com menos experiência durante um período de tempo, especialmente como parte de um programa formal em uma empresa, universidade, entre outras organizações. [1]


Mentorias são comuns no mundo todo, nos mais diversos tipos de instituições. Duke University, Harvard University e Washington University são alguns exemplos de universidades que possuem programas bem estabelecidos de mentorias acadêmicas, inclusive com premiações para os mentores e mentorados. [2]


Na Austrália, a Universidade de Melbourne oferece vários programas de mentorias, que incluem mentoria peer-to-peer, mentoria de ex-alunos e mentoria de profissionais da indústria. [3]




Um número crescente de universidades está percebendo o valor dos programas de mentorias para seus alunos.


Por exemplo, a Oregon State University, nos Estados Unidos, tem um programa de mentoria para ajudar os estudantes estrangeiros a se ambientarem, o que pode impactá-los positivamente durante suas estadias na universidade. [4]


Embora os programas de mentorias venham crescendo de maneira acelerada no Brasil, eles são mais robustos no setor empresarial, sendo ainda incipientes e pouco explorados no ambiente acadêmico universitário. [5-9]


Quais os benefícios de uma mentoria?

Para estudantes, um mentor é alguém que serve de guia ao longo de sua formação profissional, fornecendo feedbacks construtivos sobre diversos temas, além de os ajudarem a equilibrar suas metas profissionais com suas vidas pessoais, ou dar incentivo emocional em momentos de desafios.


Um bom mentor pode ajudar o mentorado a se tornar mais eficaz nos estudos, aprender novas habilidades, desenvolver maior confiança e tomar melhores decisões para o crescimento geral de sua carreira.


Diferença entre mentor e orientador?

Embora haja um pouco de sobreposição, mentores e orientadores podem servir em diferentes funções para alunos de graduação e pós-graduação.


Os orientadores são geralmente conectados ao departamento de origem dos alunos e fornecem orientações específicas sobre os trabalhos acadêmicos dos discentes, como os relacionados à iniciação científica, dissertação ou tese.


A mentoria distancia-se um pouco da especificidade técnica, no programa de mentoria oferecido pela Duke University, por exemplo, os alunos em busca de aconselhamentos profissionais e pessoais, geralmente selecionam seus mentores por conta própria. Além disso, muitos dos mentores disponíveis são ainda estudantes, que podem falar sobre diversos assuntos utilizando abordagens diferentes das abordagens oferecidas pelos mentores do corpo docente. [10]


Diferença entre mentoria acadêmica e consultoria acadêmica

Se por um lado a mentoria acadêmica é um tema embrionário no Brasil, o mesmo não se pode dizer das consultorias acadêmicas, pois já há um grande número de profissionais oferecendo esse tipo de serviço. Mas qual seria a diferença entre elas?


Mentorar é compartilhar conhecimento, habilidades e experiência de vida para orientar outra pessoa a atingir seu pleno potencial.


Já a consultoria acadêmica pode ser entendida como um serviço prestado cujo objetivo é solucionar determinada dificuldade momentânea que o estudante enfrenta. Exemplos comuns de consultorias acadêmicas são as traduções de artigos, tratamentos estatísticos, formatação de trabalhos segundo as normas da ABNT, correções de língua portuguesa, entre outros.


Ou seja, a mentoria acadêmica é um processo gradual, de longo prazo, enquanto a consultoria é rápida e pontual.



Tipos de mentoria [11]

Mentoria individual: é o mais tradicional de todos os tipos de mentoria. Apenas o mentor e o mentorado estão envolvidos. Geralmente é um indivíduo mais experiente emparelhado com um mentorado menos experiente ou mais jovem.


Mentoria em grupo: neste modelo, um ou vários mentores trabalham com um grupo de mentorados. Escolas e programas para jovens geralmente aplicam esse modelo porque pode não haver tempo ou recursos suficientes para ter um mentor para cada participante.


A distância ou E-Mentoring : com o avanço tecnológico a relação de mentoria não precisa mais ser cara a cara. Usando software online ou mesmo e-mail, os participantes desse tipo de mentoria podem se conectar virtualmente sem perder o toque pessoal.


Como funciona um processo de mentoria?

A mentoria funciona através de reuniões, presenciais ou on-line, com frequência e temas pré-definidos entre mentor e mentorado, nas quais o mentor será responsável por transmitir seus conhecimentos técnicos e experiências ao mentorado.


Entre uma reunião e outra o mentorado deve colocar em prática algumas atividades e, no encontro, deve haver uma avaliação entre ambos sobre como foi a realização, dificuldades, desafios, aprendizados e perspectivas.


Ao final do processo espera-se que o mentorado tenha desenvolvido habilidades e adquirido conhecimento e confiança, tornando-se mais autônomo e capaz de "caminhar por conta própria".


Origem do termo Mentor [12]

Mentor era um amigo e conselheiro de Odisseu, ambos personagens de Odisséia, escrita por Homero. Coube a Mentor a tarefa de cuidar de Telêmaco, filho de Odisseu, enquanto o seu pai esteve na Guerra de Tróia.


Mentor, junto com Athena, deusa da inteligência e da sabedoria que por vezes incorporava a figura física de Mentor, foram fontes de aconselhamentos, conhecimento prático e suporte pessoal para o jovem Telêmaco.


Com o tempo, mentoria passou a ser o nome dado à relação em que uma pessoa mais experiente acompanha de perto, orienta e estimula um jovem iniciante em seu desenvolvimento pessoal e profissional.


O que pensamos sobre isso?

Nunca na história da humanidade houve tanta informação disponível, porém, este excesso informação está todo bagunçado. E o problema é que informação abundante e desorganizada confunde em vez ajudar.


Neste sentido, se as pessoas tiverem as oportunidades de terem conselheiros, que lhes auxiliem nas suas tomadas de decisões, elas devem fazê-lo.


Com o avanço da tecnologia uma pessoa pode ter vários mentores, para diferentes temas, e mais do que isso, pode ter os melhores mentores do mundo “dentro” das suas próprias casas! Uma mentoria de qualidade pode ter efeitos positivos poderosos para o mentorado, gerando novas perspectivas pessoais, acadêmicas e profissionais.


Fontes:

[1] https://www.oxfordlearnersdictionaries.com/

[2] https://gradschool.duke.edu/about/awards/dean%E2%80%99s-award-excellence-mentoring

[3] https://students.unimelb.edu.au/careers/get-advice/find-a-mentor

[4] https://global.oregonstate.edu/

[5] https://jornalempresasenegocios.com.br/tecnologia/mentores-de-negocios-crescem-em-media-19-ao-ano-aponta-pesquisa/

[6] https://abmen.org.br/atividade-de-mentoria-cresce-de-maneira-acelerada-no-pais/

[7] https://cultura.uol.com.br/noticias/14590_mentoria-cresce-como-atividade-remunerada-entenda-como-funciona-esse-aprendizado.html

[8] https://ufla.br/noticias/ensino/14545-roda-de-conversa-promovida-pela-prograd-abordou-implantacao-da-mentoria-academica

[9] https://www.unicamp.br/unicamp/noticias/2020/02/18/calourada-2020-tera-programa-inedito-de-mentoria-estudantil

[10] https://gradschool.duke.edu/professionaldevelopment/mentoring/what mentor

[11] https://www.td.org/talent-development-glossary-terms/what-is-mentoring

[12] https://www.fm.usp.br/mentoria/mentoria/o-que-e-mentoring

Comments


bottom of page