top of page
pea - banner - site -2.png
  • Foto do escritorTudo Sobre Pós-graduação

O que é o método científico, suas etapas e exemplos de aplicação no dia a dia

O método científico é uma abordagem sistemática e racional utilizada para se chegar a uma conclusão científica baseada em evidências. Ele envolve a observação de fenômenos naturais, a formulação de hipóteses explicativas, o teste dessas hipóteses por meio de experimentação e observação cuidadosa, e a análise e interpretação dos dados resultantes.


O objetivo do método científico é fornecer explicações objetivas e verificáveis sobre o mundo natural e suas propriedades, baseadas em evidências empíricas. O método científico é utilizado por cientistas em todas as áreas de estudo, incluindo biologia, física, química, psicologia, entre outras. Ele é considerado uma das principais ferramentas para a aquisição de conhecimento confiável e para o avanço do nosso entendimento sobre o mundo em que vivemos.


Qual a origem do método científico?

A origem do método científico remonta aos filósofos gregos pré-socráticos, como Tales de Mileto, Anaximandro e Anaxímenes, que procuravam explicações naturais para os fenômenos que observavam. No entanto, o método científico como o conhecemos hoje começou a ser desenvolvido durante o período conhecido como Revolução Científica, que ocorreu na Europa entre os séculos XVI e XVII.


Nesse período, cientistas como Galileu Galilei, Francis Bacon, René Descartes e Isaac Newton, entre outros, desenvolveram o método científico como uma forma sistemática de investigar o mundo natural. Eles enfatizaram a importância da observação cuidadosa, da formulação de hipóteses testáveis e da experimentação controlada como as principais etapas do processo científico. Desde então, o método científico tem sido continuamente aprimorado e adaptado para atender às necessidades das diversas áreas de estudo e para incorporar avanços tecnológicos e teóricos.


Quais são as etapas do método cientifico?

As etapas do método científico podem variar um pouco dependendo da área de estudo, mas em geral, as principais etapas são as seguintes:

  1. Observação: o cientista faz observações sobre o fenômeno que deseja estudar, coletando informações e dados relevantes.

  2. Formulação de uma pergunta: com base nas observações feitas, o cientista formula uma pergunta sobre o fenômeno que deseja investigar.

  3. Revisão da literatura: o cientista revisa a literatura existente sobre o assunto, buscando informações e dados relevantes para a pergunta formulada.

  4. Formulação de hipóteses: com base nas observações e na revisão da literatura, o cientista formula uma ou mais hipóteses, ou seja, possíveis explicações para a pergunta formulada.

  5. Teste das hipóteses: o cientista desenvolve um experimento ou estudo para testar as hipóteses formuladas. Isso pode envolver a coleta de mais dados ou informações, realização de experimentos controlados, análise de amostras, etc.

  6. Análise dos dados: o cientista analisa os resultados do experimento ou estudo, comparando-os com as hipóteses formuladas.

  7. Conclusão: com base na análise dos dados, o cientista pode concluir que uma hipótese é apoiada ou refutada. Se uma hipótese é refutada, o cientista pode formular novas hipóteses e repetir o processo. Se uma hipótese é apoiada, o cientista pode usá-la para formular novas perguntas e continuar a investigação.

  8. Comunicação: o cientista comunica suas descobertas e conclusões para a comunidade científica e o público em geral, muitas vezes através de artigos científicos publicados em revistas especializadas.

* Essa é uma versão ampliada do método científico, normalmente ele é apresentado em 6 etapas, são elas: Observação, Elaboração do problema, Levantamento de hipóteses, Experimentação, Análise dos resultados, Conclusão.

EPATAS DO MÉTODO CIENTÍFICO
Etapas do método cientifico

Exemplos de aplicação do método científico no dia a dia

O método científico pode ser utilizado em várias situações cotidianas para a tomada de decisões informadas, solução de problemas e busca por conhecimento. Aqui estão alguns exemplos de como o método científico pode ser aplicado no dia a dia:


Escolha de um produto:

o método científico pode ser aplicado ao escolher um produto, como um laptop ou um carro. Isso pode envolver a revisão da literatura existente sobre as características de diferentes marcas e modelos, a formulação de hipóteses sobre qual produto seria mais adequado para as necessidades do indivíduo, o teste dessas hipóteses por meio da observação cuidadosa e a análise dos dados para determinar a melhor escolha.


Investimentos financeiros:

o método científico pode ser aplicado para a tomada de decisões em investimentos financeiros. Isso pode envolver a revisão da literatura existente sobre as tendências do mercado, a formulação de hipóteses sobre os melhores investimentos para um determinado perfil de investidor, o teste dessas hipóteses por meio de observação cuidadosa e análise dos dados para determinar as melhores escolhas.


Hobbies e atividades de lazer:

o método científico pode ser aplicado para aprimorar atividades de lazer, como a escolha de uma nova receita para cozinhar ou a prática de um novo esporte. Isso pode envolver a revisão da literatura existente sobre as melhores técnicas e práticas, a formulação de hipóteses sobre os métodos mais eficazes para aprimorar as habilidades e o teste dessas hipóteses por meio de experimentação e observação.


Resolução de problemas em casa:

o método científico pode ser aplicado para resolver problemas domésticos, como a escolha do melhor produto de limpeza para remover uma mancha ou a determinação do melhor método para reduzir o ruído em um ambiente. Isso pode envolver a observação cuidadosa dos problemas, a formulação de hipóteses sobre as causas dos problemas e os possíveis métodos de solução, o teste dessas hipóteses por meio de experimentação e observação e a análise dos dados para determinar a melhor solução.


Educação e aprendizado:

o método científico pode ser aplicado para aprimorar a educação e o aprendizado, como a escolha de métodos de estudo mais eficazes ou a determinação das melhores estratégias para ensinar um determinado tópico. Isso pode envolver a revisão da literatura existente sobre as melhores práticas educacionais, a formulação de hipóteses sobre os métodos mais eficazes para ensinar ou aprender, o teste dessas hipóteses por meio de experimentação e observação e a análise dos dados para determinar as melhores estratégias.


Nossos ancestrais usavam o método científico?

Embora nossos ancestrais mais primitivos possam ter usado processos de pensamento semelhantes ao método científico para aprender sobre o mundo natural e encontrar formas de sobreviver e prosperar, eles não utilizavam a abordagem sistemática e formalizada que entendemos hoje em dia como o método científico moderno.


Os seres humanos pré-históricos podem ter observado cuidadosamente os padrões climáticos, os movimentos dos animais e as propriedades medicinais de plantas e ervas, formulando hipóteses sobre como esses fenômenos funcionavam e testando suas hipóteses por meio de experimentação e observação. No entanto, essas práticas não eram organizadas de forma sistemática ou rigorosa, como é o caso do método científico moderno. Além disso, a maioria dos conhecimentos e informações era transmitida oralmente, o que dificultava a documentação e a replicação dos experimentos.


O método científico moderno, tal como o conhecemos hoje, é um produto do desenvolvimento da ciência ao longo dos séculos. A abordagem sistemática e formalizada envolve a observação cuidadosa, a formulação de hipóteses testáveis, a coleta e análise de dados e a revisão e refinamento das hipóteses à medida que novas evidências surgem. Essa abordagem permite que os cientistas façam previsões precisas sobre o mundo natural e desenvolvam novas tecnologias e terapias para melhorar nossas vidas.


Literatura recomendada

- Fundamentos de Metodologia Científica - Marina Marconi e Eva Maria Lakatos

Comments


bottom of page