Como conquistar um editor para publicar o seu artigo?

Esse texto é uma adaptação do original (4 ways to win an editor’s heart) publicado pelo Professor Doutor Shane Snyder no site da editora Elsevier.


"Gostaria de compartilhar com vocês algumas dicas pessoais que obtive durante meu primeiro ano como editor-chefe na Chemosphere, que podem ajudá-los a ter seu artigo aceito e publicado o mais rápido possível. No entanto, vale a pena ter em mente que cada editor tem sua própria maneira de lidar com os manuscritos, em termos do que eles olham primeiro e como eles priorizam sua carga de trabalho.


Reveja o histórico com o jornal

A primeira coisa que faço quando recebo um manuscrito é consultar o dossiê do autor correspondente no sistema Chemosphere. Isso me diz quantas vezes o autor foi convidado a fazer uma revisão para a Chemosphere, quantas vezes eles aceitaram/recusaram, a frequência e a magnitude das revisões atrasadas (ou não entregues).


Admito que, quando comecei na Chemosphere , não examinei esses dados, até que eu percebi a importância do papel que os revisores teriam no tempo de resposta sobre as decisões do manuscrito.


Além disso, ficou claro para mim que os autores que revisavam com frequência para a revista também tinham uma visão muito melhor do escopo e dos requisitos de qualidade do Chemosphere. Assim, dou alguma deferência aos autores que contribuem regularmente de forma positiva para as revisões por pares da Chemosphere .


A carta de apresentação

Em seguida, reviso a carta de apresentação, que parece ser uma parte frequentemente esquecida e subestimada da submissão de um manuscrito. Para mim, a carta de apresentação pode influenciar fortemente a decisão de enviar um manuscrito duvidoso a um editor associado ou de fazer um julgamento de rejeição.


Em outras palavras, a carta de apresentação permite que o autor fale diretamente com o editor e explique por que aquele manuscrito deve ser publicado. Uma carta de apresentação que forneça o título e a contagem de palavras não é provocativa, eu interpreto isso como uma falta de compreensão ou como uma atitude indiferente em relação ao periódico.


Com certeza, a Chemosphere recebe artigos que foram submetidos em outro lugar e foram rejeitados ou encaminhados pelos editores ou revisores. Mas para aqueles que não passaram por este canal, é importante nos dizer por que o Chemosphere é o local correto para seu artigo.


Quero saber por que você acredita que o artigo está dentro do escopo e o que há de novo em seu trabalho. Como uma dica, acho particularmente influentes aquelas cartas de apresentação que citam outros artigos publicados na Chemosphere como justificativa parcial para consideração de publicação na revista. Uma carta de apresentação forte pode facilmente fazer a diferença, pelo menos para mim, entre uma rejeição imediata e uma consideração posterior para publicação.


Idioma e escopo

Neste ponto, eu reviso o manuscrito rapidamente e procuro verificar especificamente se o artigo está no escopo, se o idioma inglês é razoável e se o fluxo do manuscrito é geralmente bem construído (se os elementos críticos estão presentes). A partir daqui, irei entrar em contato com o autor indicando que uma revisão adicional não é sugerida devido ao escopo ou falta de novidade e/ou qualidade, ou o manuscrito será atribuído a um editor responsável.


Se estiver OK, assumirei o manuscrito como editor ou enviarei o manuscrito a um de nossos editores associados. Muitas vezes, recebo manuscritos que são extremamente interessantes e novos, mas simplesmente não estão dentro do nosso escopo principal de contaminantes químicos no meio ambiente. Com mais de 4.000 submissões esperadas para 2015, é claro que só podemos publicar uma pequena parte dos manuscritos recebidos.


Resumindo:

  1. Reveja cuidadosamente os objetivos e o escopo para determinar se o seu manuscrito se encaixa bem na revista.

  2. Ofereça-se para fazer uma revisão para a revista, não há maneira melhor de ter uma ideia do que esperamos e quais tipos de artigos são adequados.

  3. Escreva uma carta de apresentação forte, mas concisa, que explique por que você acredita que o manuscrito se encaixa bem e quais aspectos o tornam particularmente novo.

  4. Por último, verifique três vezes o seu manuscrito e peça a alguns de seus próprios colegas que o revisem antes de enviá-lo. Como todos sabemos, as primeiras impressões são críticas. Aproveite ao máximo sua submissão inicial e não espere que o editor ou revisores corrijam seu “rascunho” do manuscrito.

Estamos sempre procurando os manuscritos mais impactantes e cientificamente intrigantes. Também estamos procurando os revisores mais exigentes e confiáveis. Como inspiração adicional, estamos convidando nossos melhores revisores para se tornarem membros do conselho editorial e, eventualmente, para se tornarem os próximos editores da Chemosphere. Continue com o bom trabalho e, por favor, continue enviando ótimas submissões!"


O Dr. Shane Snyder é professor de Engenharia Química e Ambiental e possui cargos conjuntos na Faculdade de Agricultura e na Escola de Saúde Pública da Universidade do Arizona e atuou como Editor-Chefe da revista científica Chemosphere.


Fonte: https://www.elsevier.com/reviewers-update/story/career-tips-and-advice/4-ways-to-win-an-editors-heart




  • Facebook Social Icon
  • Twitter ícone social
  • whatsapp
  • Instagram ícone social
  • YouTube ícone social
© 2020 por Tudo Sobre Pós-Graduação

Minas Gerais - Brasil