top of page
YOUR PHD - BANNER - 2.png
  • Foto do escritorTudo Sobre Pós-graduação

Como encontrar, ler e organizar artigos científicos

"Vou ler isso mais tarde", disse a mim mesma enquanto adicionava mais um artigo às minhas mais de 100 abas abertas no navegador.


É claro, eu não li mais tarde.


Eu estava no primeiro ano do meu programa de doutorado, tinha acabado de me juntar ao laboratório no qual desenvolveria a minha tese. Foi um período importante de transição: eu estava descobrindo em que projeto focaria nos próximos cinco anos e sabia que o sucesso exigiria uma base intelectual sólida. Passei longas horas examinando artigos, determinada a dominar a literatura na minha área de pesquisa.


No entanto, apesar das boas intenções, meus esforços foram em vão, em grande parte devido à ineficiência. Eu não tinha uma maneira de rastrear se estava perdendo estudos-chave na minha área de interesse, e não tinha um sistema para acompanhar os novos artigos que saíam diariamente. Eu frequentemente perdia minhas anotações de leitura ou não fazia boas anotações desde o início, e tinha que ler os mesmos artigos novamente. O volume do meu fluxo de trabalho precisava de uma grande reformulação.


Nos mais de dois anos desde então, iterei por muitas versões do meu fluxo de trabalho e, após muita tentativa e erro, finalmente encontrei um sistema de gerenciamento de literatura que funciona para mim. Aqui está o que eu faço para encontrar, ler e organizar os meu artigos científicos.


PASSO 1: ENCONTRAR

Costumava encontrar novos artigos rolando sem rumo pelo Twitter científico. Mas porque muitas vezes me distraía com tweets irrelevantes, isso não era muito eficiente. Também me inscrevi para alertas de e-mail de revistas, mas eles rapidamente sobrecarregaram minha caixa de entrada, e logo comecei a ignorá-los.


Os feeds RSS (Really Simple Syndication) fornecem uma solução realmente simples. O RSS permite que os usuários se inscrevam em conteúdo de sites específicos. Quase todas as principais revistas têm seu próprio feed RSS, assim como os servidores de preprints - procure pelo ícone laranja em suas páginas iniciais. Você também pode se inscrever em palavras-chave específicas do PubMed ou do Google Scholar, que são atualizadas à medida que novos artigos são adicionados.


Para manter meus feeds organizados, uso um agregador de feeds; opções populares incluem Feedly, Inoreader e NewsBlur. Todas as manhãs, dedico cinco minutos para percorrer meu feed. Para a maioria dos artigos, apenas dou uma olhada no título e rolo para frente. Se vejo algo interessante, adiciono-o à pasta 'Ler depois'. Para mergulhos mais profundos em um tópico específico, você pode experimentar ferramentas de mapeamento de literatura como o ResearchRabbit, Inciteful, Litmaps e Connected Papers. Estas rastreiam as redes de citações que conectam os artigos entre si, permitindo que você tenha uma ideia dos artigos mais inovadores em uma área específica.


PASSO 2: GERENCIAR

Se você ainda está formatando suas referências manualmente, precisa começar a usar um sistema automatizado; o tempo economizado na preparação de manuscritos é imenso. Mas as ferramentas de gerenciamento de referências como Zotero, Mendeley ou Endnote oferecem mais do que apenas listas de referências fáceis de criar; eles também armazenam e organizam seus artigos em um banco de dados com pastas, palavras-chave e tags. Esses programas fornecem plug-ins para navegadores que permitem salvar um artigo com um único clique, bem como plug-ins para processadores de texto para adicionar citações no texto e construir bibliografias.


Quando encontro um artigo que quero ler, eu o adiciono imediatamente ao meu gerenciador de referências. Em seguida, posso fechar a aba do navegador (tão satisfatório!) sabendo que ele está armazenado com segurança para que eu possa encontrá-lo novamente mais tarde.


PASSO 3: LER

Esta é a parte complicada - você realmente tem que ler os artigos. A chave é estabelecer uma rotina simplificada. Aqui estão algumas sugestões:

  • Reserve um tempo em sua agenda. Por exemplo, eu reservo algumas horas nas manhãs de sexta-feira para ler os artigos que encontrei durante a semana.

  • Desenvolva um fluxo de trabalho. Por exemplo, primeiro passo rapidamente pelos artigos. Se forem interessantes, leio-os com mais cuidado, destaco o texto importante e faço um resumo rápido.

  • Bloqueio de tempo. Se você tiver uma pilha grande de artigos para ler, reserve um período de tempo para torná-lo gerenciável, ou comece do zero. Ter um número gerenciável de artigos pode reduzir muito a procrastinação.

  • Minimize distrações. Leia os artigos em um leitor de PDF em vez de uma aba do navegador (dica: alguns gerenciadores de referências como o Zotero têm leitores de PDF embutidos, que automaticamente extraem seus destaques para texto pesquisável). Desconecte seu computador ou tablet da Wi-Fi. Coloque o telefone no modo Não Perturbe (e, se possível, em outra sala).

  • Divirta-se. Torne a leitura agradável para que seja algo que você aguarda com expectativa. Eu gosto de ler no meu sofá com um café elegante ao meu lado.

PASSO 4: ORGANIZAR

Depois de estabelecer um hábito de leitura forte, é crucial garantir que suas anotações estejam organizadas e acessíveis. Minha solução pessoal é o Notion. O Notion é uma espécie de banco de dados de forma livre para organizar todos os tipos de informações, incluindo notas, projetos e tarefas. Eu o uso para gerenciar tudo relacionado aos meus estudos de pós-graduação. O Notion também pode ser sincronizado com o meu gerenciador de referências escolhido, o Zotero, usando um plug-in chamado Notero. Sempre que eu adiciono um novo artigo ao Zotero, o plug-in o adiciona automaticamente ao meu banco de dados do Notion.


O Notion pode ter uma curva de aprendizado acentuada se você não estiver familiarizado com bancos de dados relacionais, mas existem opções mais simples. Uma planilha simples muitas vezes faz o trabalho! Qualquer que seja a ferramenta que você escolher, a chave é criar uma tabela que detalhe todos os artigos que você leu. Isso deve incluir o status do artigo (por exemplo, se você o leu) e quais projetos ele pode ser relevante. Aqui está como o meu se parece.

encontrar, ler e organizar artigos científicos

encontrar, ler e organizar artigos científicos

Cada artigo tem uma página associada com todas as minhas anotações. Se você estiver usando uma planilha, pode digitar suas anotações em linha ou vincular cada linha a um documento separado do Google. Alguns gerenciadores de referências, como o Zotero, permitem que você anexe anotações diretamente ao arquivo de referência.


Pode parecer um pouco trabalhoso, mas ter um banco de dados organizado de cada artigo que você leu torna as revisões de literatura, as inscrições para financiamento e outras tarefas de escrita mais fáceis. Eu posso filtrar a tabela por palavras-chave ou projetos relevantes, e tenho todas as informações de que preciso - sem necessidade de ler novamente.


Estabelecer um hábito e um fluxo de trabalho de leitura de artigos definitivamente me tornou um cientista melhor. Eu leio muito mais em menos tempo do que costumava, e aplico regularmente o que leio para melhorar meus próprios designs experimentais. Eu usei esse sistema extensivamente ao preparar minhas inscrições para bolsas de doutorado, bem como para o meu exame de candidatura.


Quando me sentar para escrever minha dissertação, sei que meu eu futuro vai me agradecer por ter tido a visão de dar esses passos hoje.


Por: Maya Gosztyla


Esse texto foi publicado originalmente na revista Nature com o título:

How to find, read and organize papers

https://www.nature.com/articles/d41586-022-01878-7


Conheça o Your PhD, o nosso conjunto de templates criado no Notion, e obtenha todos os benefícios de uma gestão eficiente da sua vida acadêmica.

Clique aqui.


bottom of page